Monday, 22 February 2010

Design Escandinavo: Bruno Mathsson






Bruno Mathsson


Colagem feita com imagens do site http://www.bonluxat.com/d/bruno-mathsson.html

O design nórdico moderno é conhecido e apreciado pela leveza  e elegância  simples porém sólida das formas, o que o torna quase atemporal. É bastante conhecido internacionalmente principalmente na área moveleira.

Com este post pretendo inaugurar uma série visando apresentar alguns nomes do design escandinavo, na maioria suecos, dedicados à criação de móveis e artigos para casa e decoração.

Devo adiantar que sou apenas leiga e amadora no assunto portanto os posts serão meramente informativos, em caráter introdutório, sem nenhuma pretensão analítica. Na verdade  estou apredendo sobre o tema à medida que escrevo.

O primeiro nome a ser apresentado é Bruno Mathsson. Sueco nascido em 1907 (+1988), filho de um marceneiro (Karl Mathsson)  que era mestre na confecção de móveis clássicos, profissão essa praticada na família há já 4 gerações.  Portanto nada mais lógico que o filho seguisse os passos do pai. Assim Bruno aprendeu o ofício desde seus fundamentos adquirindo um conhecimento detalhado e desenvolvendo um sólido "feeling" sobre como trabalhar madeiras nobres. Mas o jovem marceneiro não se limitou a seguir a receita à risca, queria experimentar coisas novas.




As possibilidades que ele descobriu e vislumbrou para o desenvolvimento da forma e função de móveis através do uso de novas tecnologias o fascinaram, sendo o movimento funcionalista sua fonte de inspiração. E nos anos 20 e 30 ele aprofundou seus estudos como autodidata  na área e mais tarde tornou-se ele próprio um dos mais célebres intérpretes e um grande  ícone da escola funcionalista.

O Funcionalismo é uma filosofia na qual o critério do belo e estético é substituído  pelo conceito do útil e funcional, na utilização dos recursos e aplicação das novas tecnologias, e no uso correto dos materiais.

O primeiro experimento prático de Bruno Mathsson dentro do funcionalismo foi a cadeira "gräshoppan" (o gafanhoto - 1931), utilizando a técnica "bent wood" na qual  a madeira é dobrada em forma de arco (em português creio que se chama "técnica de arco").

O hospital de Värmano, sua cidade natal, é que tinha encomendado a cadeira para a sala de espera, mas ela foi considerada tão feia que acabou  no depósito da instituição:). E foi o pessoal do hospital quem a batizou  com o nome de   "o gafanhoto". A ideia inovadora era criar um assento confortável sem utilizar  molas ou estofados.




Poltrona "O Gafanhoto" 1931 (imagem copiada do site http://www.mathsson-fonden.se/professor.htm).
Eu bem que queria uma "feiúra" dessa aqui em casa:)... mas isso foi bem lá no passado, agora esta poltrona é um must:)

Seu reconhecimento internacional como designer de móveis ocorreu em 1937 numa feira em Paris. Suas peças despertaram admiração e entusiasmo e a partir de então passaram a ser consumidas no mundo todo.

Alguns exemplos de sua produção:


 
Poltrona Pernilla 2 1944 (foto do site: http://www.nordicmobler.com/pernilla/)
 


 
Poltrona Pernilla 3  1944 (foto do site: http://www.bonluxat.com/d/bruno-mathsson.html)

Muitos dos móveis de Bruno Mathsson levam nome de mulher (Pernilla, Anna, Annika, Eva, entre outros). É como se ele visse a essência feminina revelada nas formas curvas e ondeadas da madeira envergada. 

Suas criações foram premiadas não apenas por suas linhas orgânicas e vivas, mas também pela ergonometria das formas. Já foi dito sobre sua poltrona Pernilla que é uma das cadeiras mais confortáveis na qual alguém pode sentar-se. Eu ainda não tive a oportunidade de conferir:). 

A busca pela perfeita ergonometria era uma obsessão  para Bruno Mathsson. Uma vez ele sentou-se em um monte de neve para depois observar o molde produzido pelo seu corpo,  numa tentativa de encontrar a forma mais confortável para seus móveis.



 


Pernilla 2 com banqueta para os pés (foto do site: http://www.nordicmobler.com/pernilla/)








 



 
Banqueta Anna 1945 (http://www.bonluxat.com)


 
BM 65  1965 imagem do site http://www.bruno-mathsson-int.com



Aqui a genial mesa  de jantar dobrável  projetada em 1935 que quando fechada mede apenas 23 cm e quando totalmente aberta 2,80 m (com tamanhos intermediários de 87 , 151 e 215 cm). Colagem feita com imagens do site (http://www.bonluxat.com/d/bruno-mathsson.html)

Outros exemplares  podem ser  vistos  aqui  e aqui

1 comment:

Mary said...

Hello, How do I get in touch with you? There is no email or contact info listed .. please advise .. thanks .. Mary. Please contact me maryregency at gmail dot com

Obrigada pela Visita! Volte Sempre!

*********Venha conferir as novidades*********
There was an error in this gadget