Wednesday, 4 November 2009

Que tal uma sopinha?




O dia hoje amanheceu sob um manto cinzento. Uma fina camada de gelo se espalhava por toda a paisagem, cobrindo com seu branco vítreo telhados, árvores, gramados e arbustos. E embora o frio possa ser mantido à distância, o cinza é penetrante, adentra a casa e a alma, azedando o humor.

Vivendo aqui fica fácil entender porque certos povos antigos prestavam culto ao sol e o consideravam um deus. A luz dessa estrêla, mais ainda que seu calor, faz toda a diferença. Mesmo estando frio, se temos a luminosidade do sol a vida ganha cor e fica mais alegre. Mas a sua ausência é uma ducha fria no estado de ânimo de todos os seres viventes. Tudo fica mais pesado. Não é  à toa que as trevas simbolizam o mal.

Mas nada melhor para dar cor, além de calor e sabor a um dia tão deprê como uma sopinha fumegante e cremosa... a cor ficando por conta da cenoura.

Esta receita para duas pessoas é bem fácil. Corte duas cenouras grandes e uma batata pequena em cubos, coloque para cozinhar em cerca de 700 ml de água e junte 1 cubo de caldo de legumes (ou de galinha), e ¼ de uma cebola média picada. Deixe cozinhar até as cenouras ficarem bem macias. Bata com um mixer, ou no liquidificador, junte 100 ml de creme de leite fresco e veja se a consistência está a gosto (se estiver muito espessa coloque mais água) e deixe ferver por mais 2 minutos. Verifique o sal e tempere com pimenta do reino, de preferência moída na hora. Sobre a sopa já no prato, povilhe a gosto cebolinha verde picada. Sirva com ovo pochê e torrada alho e óleo.

No comments:

Obrigada pela Visita! Volte Sempre!

*********Venha conferir as novidades*********
There was an error in this gadget